Por dentro do Mercado das Empresas de Médio Porte: uma Perspectiva para 2011

IMG 01

Bem vindos a 2011!

É muito bom estar de volta interagindo com nossos leitores (em nosso quinto ano de existência) em termos da economia da tecnologia e da inovação!

O ano de 2011 promete ser um bom ano para a indústria de tecnologias de informação e comunicação- TICs. E é exatamente o que já vem constatando a IBM, através de um recente relatório sobre o mercado de empresas de médio porte, intitulado “Inside the Midmarket: A 2011 Perspective”, publicado neste mês de janeiro.

O estudo foi contratado pela IBM à empresa KS&R, Inc. Neste estudo foi feita uma pesquisa 2.112 tomadores de decisão nas áreas de negócios e TICs de empresas de médio porte (de 100 a 1000 empregados), e foi conduzida em várias indústrias, tais como bancos, varejo, produtos ao consumidor, atacado, transporte, produtos industriais, e seguros.

Os participantes da pesquisa foram de mais de 20 países, incluindo os EUA, Canadá, Reino Unido, os Nórdicos (Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia), Alemanha, França, Itália, Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), Espanha, Japão, China, Brasil, Índia, Rússia, Austrália, México, Coréia, Singapura, África do Sul, Polônia, Nova Zelândia e República Tcheca. O estudo foi realizado no quarto trimestre de 2010, e foi planejado para capturar negócios correntes e vindouros e prioridade de TICs, bem como a orientação dos investimentos.

Segundo o estudo, mais da metade das empresas de médio porte está planejando aumentar seus orçamentos de TICs ao longo dos próximos 12 a 18 meses. Como resultado, estas empresas estão investindo em um amplo leque de prioridades, incluindo analítica, cloud computing, colaboração, mobilidade e soluções de relacionamento com clientes.

O estudo detectou que 70% das empresas de porte médio estão ativamente perseguindo tecnologias de analítica para entenderem melhor seus consumidores, tomarem melhores decisões e se tornarem mais eficientes. O estudo também mostra uma crescente adoção de cloud computing entre aquelas empresas, com dois terços delas tanto planejando quanto atualmente empregando tecnologias baseadas na cloud para melhorem a gestão dos seus sistemas de TICs, enquanto reduzem custos.

Outros resultados do trabalho incluem:

  • 53% dos respondentes esperam que seus orçamentos aumentem ao longo dos próximos 12 a 18 meses, 31% esperam que eles permaneçam inalterados, e 16% acreditam que eles irão diminuir ou estão inseguros;
  • Segurança (63%), gestão de relacionamento com clientes (62%) e analítica / gestão de informação (59%) foram citados como suas "Prioridades de TICs mais Críticas";
  • 75% planejam incrementar seus sistemas centrais de TICs para melhorarem performance, segurança e confiabilidade;
  • Os benefícios principais esperados de cloud computing incluem redução de custos, melhor gerenciamento de TICs, melhorias na redundância e disponibilidade de sistemas;
  • Para atingir seus objetivos de tecnologia, mais de 70% das empresas planejam perseguir uma relação consultiva (seja de TICs ou de negócios), versus uma puramente transacional com seus provedores primários de TICs;
  • As barreiras principais para adoção de TICs citadas foram custo, dificuldade em adquirir e empregar soluções de tecnologia, e hiato de habilidades humanas e recursos em TICs.

"Os resultados da pesquisa mostram que as empresas de porte médio estão lidando com um novo conjunto de oportunidade para avançar seus papéis como engenhos de crescimento econômico”, aponta Andy Monshaw, Gerente Geral de Midmarket da IBM. "Quando nós falamos com as empresas de médio porte 18 meses atrás, a maioria estava focada em reduzir custos e melhorar eficiências. Hoje, a conversa é também sobre expandir seus negócios, conectando com consumidores e ganhando maiores insights (discernimentos)”.

Comparações entre o presente estudo e aquele de 2009 também revelam uma mudança de um foco predominante em controle de custo e eficiência para uma ênfase maior em iniciativas de crescimento. Hoje, 21% caracterizam seus mindsets estratégicos como “eficiência e controle de custo”, com a maioria (79%) concentrando em consumidores, crescimento e inovação. Em 2009, 53% caracterizavam o mindset de suas empresas como um de “eficiência e controle de custo", com menos da metade (47%) focados em crescimento, inovação e consumidores. Esta mudança está refletida no crescimento da adoção de tecnologias de analítica e preditiva, as quais se tornaram mais amplamente disponíveis para as empresas de médio porte.

img1

Para baixar o estudo, basta visitar o seguinte site: http://www.ibm.com/businesscenter/cpe/download0/212133/Inside_the_Midmarket__Global_Report.pdf.

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre empresas de médio porte, fique a vontade para nos contatar!

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados