TR 35- Technology Review: 2010 Young Innovators Under 35

img 32

Desde 1999 a revista Technology Review, do Massachusetts Institute of Technology - MIT, dos EUA, divulga seu TR 35- Technology Review: 2010 Young Innovators Under 35, ou seja, seu ranking dos jovens inovadores com até 35 anos de idade, cujas invenções e pesquisas a revista considera mais interessantes e que estejam mudando nosso mundo.  As principais categorias são Computação, Web, Comunicações, Energia, Biomedicina, e Negócios.  Além desta seleção, a revista escolhe, dentre os selecionados, aquele que é indicado como o Humanitário do Ano.

Para este ano as indicações/inventos (com respectivos links) da TR 35 são as seguintes:

  • Computação:

T. Scott Saponas - Detecção de gestos complexos com uma interface de uma alça de braço;

Jian Sun - Melhores buscas de imagens;

Andrey Rybalchenko – Impedir que software pare em loops;

Aaron Dollar – Criar mãos robóticas flexíveis;

Rikin Gandhi – Educar fazendeiros a partir de vídeos produzidos localmente;

Indrani Medhi- Desenvolver interface para os não literatos;

Richard Tibbetts – Reagir a grandes quantidades de dados em tempo real;

Kim Hazelwood – Reengenheirar software à medida em que está sendo desenvolvido;

  • Web

 

David Kobia - Software que ajuda a população a lidar com crises;

Avi Muchnick – Software de edição em multimídia baseado na cloud;

Kati London – Ensinando habilidades do mundo real através de jogos;

Danah Boyd – Formando as regras para redes sociais;

Nick Feamster – Assistindo o comportamento suspeito de spam;

Christopher Kruegel – Desenvolvendo software que combate botnets;

David Karp – Uma plataforma que mantém os blogueiros blogando;

Wesley Chan – Desenvolvendo novas tecnologias de negócios;

  • Comunicações

Amir Alexander Hasson – Usando celulares para abastecer donos de lojas rurais;

Gabriel Charlet – Fibras ópticas batedoras de recordes para comunicações globais;

Ranveer Chandra – Entregando conexões de Internet wireless a longas distâncias;

  • Biomedicina

Celeste Nelson – Reconstruindo arquiteturas de tecido do zero;

Samuel Sia – Chips micro-fluidicos baratos para diagnósticos;

Jacob Hanna – Reprogramando células para curar doenças;

Mikhail Shapiro – Comercializando neurotecnologia;

Timothy Lu – Engenheirando vírus para destruir biofilmes;

Philip Low – Artefatos portáteis para monitorar atividades no cérebro.

Neste ano não houve indicações para a categoria Negócios.  E a indicação para o Humanitário do Ano foi para David Kobia, com seu software para ajudar populações a lidar com crises.

Aqueles que estiverem interessados em saber sobre os indicados dos anos anteriores, basta acessarem o link http://www.technologyreview.com/TR35.  Esperemos que tais inventos e soluções venham de fato trazer os benefícios para os quais foram idealizados!

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre novas tecnologias, fique a vontade para nos contatar!

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados