Os Lordes da Estratégia: A História Intelectual Secreta do Novo Mundo Corporativo

31 13

O editor desta newsletter já tinha conhecimento sobre sua existência, mas somente recentemente é que teve a oportunidade de comprar (na versão kindle da Amazon.com) o livro “The Lords of Strategy: The Secret Intellectual History of the New Corporate World” (Os Lordes da Estratégia: A História Intelectual Secreta do Novo Mundo Corporativo), editado em 2010 pela Harvard Business Review, cujo autor é Walter Kiechel III, antigo editor administrativo da revista Fortune.

Este não é um livro qualquer; é uma história sobre Management Consultants (Consultores de Administração/Gestão) que moldaram a “revolução da estratégia” no mundo corporativo norte-americano, a qual teve um impacto global que é ainda pouco avaliado.

O livro é composto de 16 (dezesseis) capítulos, além do prefácio e notas finais. O prefácio contém um interessante título: Three Common Beliefs to be Discarded (Três Crenças Comuns a serem Descartadas). De acordo com o autor, para entender a “revolução da estratégia” é necessário ir além das três crenças que varrem o domínio dos negócios. A primeira é a de que na base “as ideias não têm importância nos negócios”. Ou seja, a crença habitual é a de que “negócios são uma matéria de senso comum”; e indo além, “você pode ter a melhor ideia do mundo, mas se você não executa ...!”.

A segunda crença é a de que em sendo um livro sobre consultores, o autor lembra, estes profissionais são “conhecidos” muitas vezes, na melhor das hipóteses, como “caçadores de utilidade somente ocasional e limitada” (na velha e cansada piada), ou aqueles que “tomam seus óculos emprestados para lhe dizer as horas, as quais, obviamente, nem sempre são uma boa coisa para ser lembrada”, ou no pior, são “parasitas vorazes cuja mera presença no corpo da corporação indica ingenuidade, fraqueza, e insegurança de parte da sua liderança”.

Por último, o livro pretende, ao revelar as contribuições de um novo filão de “intelectuais nos negócios” (os quais estiveram por trás da “revolução da estratégia”), mostrar que nem as ideias são rejeitadas nos negócios, nem tampouco os consultores têm o estereótipo de “double-domed” (“metidos”) ou de “ineffetual solipsist (solipsistas- aqueles que “só pensam neles”- sem efeito). Daí o livro representar o caso destes “intelectuais nos negócios”, ou seja, os “lordes da estratégia”.

Mas, tirando esta jocosa, porém realística caricatura, o livro representa, nas palavras do autor, o primeiro longo tratamento da “revolução da estratégia”.   É mais um exercício jornalístico do que um escolar. É baseado em mais de cem entrevistas – nenhuma com menos de uma hora, e levando dias para acabar.

A narrativa do livro é baseada em três linhas. A primeira é a de história das ideias críticas, como elas foram estabelecidas, a partir de materiais dos seus precursores, e em resposta a problemas particulares. A segunda e terceira são de estórias de pessoas – Bruce Henderson, Michael Porter, Tom Peters, e outros, e de organizações, companhias que lutaram para colocar novos conceitos para funcionar, empresas de consultoria que fortaleceram muitas das ideias, e escolas de negócios que tornaram estratégia em uma disciplina acadêmica. Como salienta o autor, existiram e existem muitos lordes da estratégia, não somente os pensadores originais, mas também um crescente progresso de executivos que se tornaram mais lordes pelo seu uso.

Este é um livro fortemente indicado para empresas de tecnologia, que, em sua maioria, têm fundadores oriundos da área de tecnologia, em que muitas vezes os administradores são frequentemente dispensados como sendo “arcaicos”, ou pior, “peso morto” (ver newsletter de 11/08/2013). E é mais fortemente indicado ainda para as startups, de forma que elas saibam como as contribuições de estratégias de negócios fizeram com que startups do passado se tornaram as gigantes do mundo contemporâneo!

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre estratégias de negócios, fique a vontade para nos contatar!

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados