Identificando e Gerando Organizações Exponenciais

41 14

Na newsletter da semana passada comentamos brevemente o que são um novo tipo de organizações - as Organizações Exponenciais (em inglês, Exponential Organizations - ExOs).  Hoje vamos tratar, também de forma breve, como identificar as características mais marcantes, e como gerar essas novas organizações.

Segundo os autores do livro Exponential Organizations, uma das condições centrais para a existência dessas organizações é que elas incorporam (ou são formadas a partir de) um Massive Transformative Purpose- MTP (Propósito Transformador Massivo), e se estruturam baseadas no que os autores denominam atributos de SCALE (escala) e de IDEAS (ideias).  E o que são estes conceitos?

O conceito de MTP se assenta na ideia de que uma ExO “pensa GRANDE” (think BIG).  Há uma boa razão para isso: se a empresa pensa pequeno, é improvável que ela persiga uma estratégia de negócio que atinja rápido crescimento.  Mesmo que ela de alguma forma consiga atingir um nível de crescimento impressivo, a escala do seu negócio irá ultrapassar rapidamente seu modelo de negócio e deixar a empresa perdida, sem direção.  Logo, a empresa deve pensar alto!

Esta é a razão pela qual, quando olhamos para as frases de posicionamento das ExOs existentes, nós encontramos frases de propósito que devem ter parecido ultrajantes anos atrás, como por exemplo: TED Talks (“Ideias valiosas para espalhar”); Google (Organizar a informação do planeta); Quirky (“Torne sua invenção acessível”); e Singularity University (“Impactar positivamente um bilhão de pessoas”).

Quando examinamos estas frases percebemos que elas são muito inspiradoras.  Seu objetivo é capturar os corações e mentes – e imaginações e ambições – daqueles dentro e (especialmente) os de fora da organização. Isto é o MTP – o mais alto propósito de aspiração da organização.  Ao lado do MTP estão os cinco atributos externos que compreendem o conceito de SCALE e os cinco atributos internos que conformam o conceito de IDEAS.  A metáfora que os autores escolheram para expressar as ExOs foi a dos dois hemisférios do cérebro humano (Figura 1 à frente). O lado direito do cérebro gerencia crescimento, criatividade e incerteza, enquanto o lado esquerdo focaliza a ordem, o controle e a estabilidade.

Como se pode ver na figura, o lado direito do cérebro expressa o conceito de SCALE (ESCALA), que representa os seguintes significados: S (Staff on Demand – staff sob demanda); C (Community & crowd – comunidade e multidão); A (Algorithms – algoritmos); L (Leveraged Assets – Ativos alavancados); E (Engajament – engajamento).  O lado esquerdo do cérebro expressa o conceito de IDEAS (IDEIAS), como os seguintes significados: I (Interfaces – interfaces); D (Dashboards – painéis de controle); E (Experimentation- experimentação); A (Autonomy – autonomia); e, S (Social – social). Os autores desenvolvem cada um destes conceitos ao longo do livro, de forma tanto a apresentar as principais características identificadoras das ExOs, quanto a ajudar no processo de geração de novas organizações.

Eis aí um livro surpreendente, que demarca um novo território na compreensão de como são estruturadas algumas das organizações contemporâneas, marcadamente aquelas que têm propósitos transformadores massivos, que atuam no mercado global, e estão conformando um novo mundo a partir da ideia da economia e da sociedade da abundância!

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre ExOs, fique a vontade para nos contatar!

fig1 41