Salesforce e Oracle: a disputa pela Cloud continua!

32 16Na newsletter da semana que passou nós comentamos o fato da Microsoft ter “roubado” a HP Inc. como cliente da Salesforce. Apontávamos que tal ação estaria explicada pela disputa de mercados no âmbito da cloud.  Mal retratamos este “roubo”, e eis que logo surgiu uma reação da Salesforce.  Marc Benioff, fundador e CEO da Salesforce, e originalmente um membro da Oracle por 13 anos, poucas horas antes do grande evento anual da Oracle (o Oracle OpenWorld 2016, na semana que passou), numa tentativa de “roubo de atenção”, anunciou Einstein, um upgrade de plataforma que adiciona capacidades de IA- Inteligência Artificial e ML- Machine Learning aos seus produtos principais.

O Einstein coleta e analisa todos os dados armazenados na Salesforce para “empurrar recomendações”, de modo que o usuário possa fechar acordos mais rápidos ou possa construir um amplo grupo de leads (potenciais clientes).  Por exemplo, representantes de vendas usando Sales Cloud irão pegar uma lista de leads baseado num “Lead Score”, um número que representa quem é mais provável de comprar seu produto. Ele também dá sugestões de quando fazer um “follow-up call” ou alertas para quando um contato não tenha respondido por um longo período.

Segundo a revista Business Insider, para construir o Einstein a Salesforce gastou US$ 650 milhões adquirindo dezenas de startups em nos espaços IA e ML ao longo dos últimos dois anos.  Isso ajudou a empresa a, de forma silenciosa, colocar em pé um exército de 175 cientistas de dados, e há pouco revelou o lançamento de um novo laboratório de pesquisa chamado Salesforce Research.  Business Insider revelou ainda que Einstein muda fundamentalmente a experiência de uso da Salesforce. Einstein estará disponível em todos os produtos da Salesforce com um custo adicional e desenvolvedores de aplicações estarão aptos a desenvolver apps usando algumas das suas capacidades de IA.

Por outro lado, quem assistiu a apresentação de Larry Ellison, Presidente da Oracle, na abertura do Oracle OpenWorld 2016, percebeu que a empresa está resoluta no crescimento dos seus negócios na cloud.  No entanto, apesar dos arroubos do seu Presidente (com frases de efeito do tipo “a liderança da Amazon na cloud já passou”), ainda não é possível perceber como a Oracle irá enfrentar a Salesforce nesta “guerra” pela cloud.

No mercado de CRM Customer Engagement Center a Salesforce exerce uma folgada liderança em relação à Oracle.  Já no mercado de CRM Lead Management a Oracle estava à frente da Salesforce, mas com o anúncio do Einstein é muito provável que a liderança da Oracle neste segmento seja ameaçada.  Aqui na Creativante nós acreditamos que a Salesforce tem uma grande chance de confirmar sua liderança, e, por sua vez, se aproximar da Amazon na disputa pela cloud, caso ela materialize sua estratégia de aquisição da rede social Twitter (a exemplo do que outra rival da cloud, a Microsoft, fez ao comprar a LinkedIn).

E por que Salesforce estaria interessada em comprar o Twitter? Simplesmente por o Twitter é uma das ferramentas mais usadas para prospecção, particularmente por pessoas de vendas, nos dias atuais. As pessoas de vendas atualmente usam sites de mídia social como Twitter, LinkedIn e Facebook para aprender mais sobre potenciais compradores e para ganhar insights em tempo real naquilo que eles estão interessados – e isto vem sendo chamado de “social selling” (venda social).

Em resumo, essa disputa pela cloud ainda vai dar muito o que falar! Vamos aguardar os próximos capítulos!

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre a disputa do mercado cloud, não hesite em nos contatar!

 

banner

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados