OECD Science, Technology and Innovation Outlook 2016

18 17O documento intitulado “OECD Science, Technology and Innovation Outlook 2016” (ou STI Outlook 2016) é o décimo primeiro em uma série bianual projetada para rever tendências chave em ciência, tecnologia e inovação – C&T&I nos países da OECD - ou OCDE em português (*) – e em um número de economias de países não membros: Argentina, Brasil, China, Colômbia, Costa Rica, Egito, Índia, Lituânia, Malásia, Peru, Federação Russa, África do Sul e Tailândia. 

Ele tem como propósito informar policy makers (fazedores de políticas), representantes de negócios e analistas sobre mudanças recentes e antecipadas nos padrões globais de ciência, tecnologia e inovação, e sobre as implicações correntes e futuras para políticas nacionais de C&T&I nos níveis global e nacional.

O STI Outlook 2016 adota uma perspectiva mais forward-looking (olhando para frente) quando comparada às edições anteriores. O seu capítulo 1 considera as megatendências que se espera terem um forte impacto na economia global e no financiamento da inovação, na nossa sociedade futura e sua relação com C&T&I, e no Estado moderno e na futura política de C&T&I. O capítulo 2 discute 10 tendências emergentes de tecnologias chaves que não somente são as mais prometedoras e potencialmente as mais disruptivas, mas que também portam significativos riscos.  As tecnologias cobertas são Big Data, a Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Manufatura Aditiva, Nano/Microssatélites, Biologia Sintética, Nanomateriais, Tecnologias de Armazenamento de Energia Avançado, e Blockchain. O capítulo 3 apresenta futuras tendências em políticas de ciência ao longo de um horizonte de 10 a 15 anos, e adota um enfoque forward-looking para questões relacionadas à multidisciplinaridade, excelência, financiamento, ciência aberta, digitalização da ciência e atratividade de carreiras de pesquisa.

O documento também apresenta as tendências recentes em C&T&I a luz da recuperação econômica frágil, da escassez de financiamento para inovação e empreendedorismo, pressão fiscal crescente, globalização e grandes desafios sociais (mudança climática, envelhecimento das sociedades e crescente desigualdade).  O capítulo 4 apresenta uma avaliação geral dos desenvolvimentos recentes e a visão geral para C&T&I e políticas ao longo dos países.  Ele introduz uma série de perfis temáticos de políticas de C&T&I que provêm uma comparação cruzada de orientações, instrumentos e governança de políticas específicas de C&T&I nos países da área da OECD e além.  Os perfis de C&T&I dos países oferecem discernimentos sobre os sistemas nacionais de inovação: suas características estruturais, o desempenho de benchmark de C&T&I contra indicadores harmonizados selecionados, e importantes desenvolvimentos em políticas nacionais de C&T&I. O foco dos perfis é nas prioridades nacionais de C&T&I e nas iniciativas introduzidas de 2014 a 2016.

Eis aí um documento que mereceria uma concentrada atenção de fazedores de políticas em todos os níveis no Brasil, bem como de representantes de negócios e analistas no Brasil. Já que estamos promovendo um desenvolvimento econômico, social, político e ambiental que é fortemente baseado em avanços da C&T&I, nada mais coerente do que observarmos o que está acontecendo nesta matéria em países que estão tanto à nossa frente (em termos da fronteira de C&T&I), quanto daqueles que podem ser comparados ao nosso país, em termos de renda e problemas assemelhados.

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre C&T&I em países selecionados, fique a vontade para nos contatar!

 

(*) OECD – Organisation for Economic Co-operation and Development, ou Organização para a Cooperação Econômica e Desenvolvimento, é uma organização econômica intergovernamental com 35 membros, fundada em 1960 para estimular o progresso econômico e o comércio mundial.  É um fórum de países que se descrevem como comprometidos com a democracia e a economia de mercado, oferecendo um plataforma para comparar experiências de políticas, buscando respostas para problemas comuns, identificando boas práticas e coordenando políticas domésticas e internacionais para seus membros.

banner

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados