Build, Borrow, or Buy: Solving the Growth Dilemma

22 18O título acima é o mesmo de um interessantíssimo livro que o editor desta newsletter tomou conhecimento há alguns dias, e que lamentou não ter tido a oportunidade de conhecê-lo quando escreveu o seu próprio livro (resenhado aqui na newsletter de 01/02/2015). O livro foi publicado pela Profa. Laurence Capron (Professora de Estratégia na INSEAD Business School) e por Will Mitchell, em 2012.

O livro começa observando que há algo errado na maneira como muitos negócios obtêm recursos que eles precisam para crescer. A maioria das empresas é muito boa ao identificar que recursos são aqueles, e praticamente todas elas enfrentam esse desafio seriamente. E mesmo assim, revelam os autores, nós vemos empresa após empresa – mesmo as mais respeitadas – entrarem em zonas turbulentas à medida que crescem, porque elas prestam menos atenção ao modo correto de obter recursos do que à tarefa de identificá-los.

As empresas têm subestimado a importância de tomarem uma bem considerada decisão sobre os caminhos certos para o crescimento: se “to build” (produzir), “borrow” (tomar emprestado), ou “buy” (comprar). Como resultado, elas saem por aí escolhendo descuidadamente, sem disciplina, diligência, ou princípios guias. Muito frequentemente, de fato, elas não fazem uma escolha consciente; elas fazem o que elas sempre fizeram, entendendo que esta prática funciona. E mais tarde, quando elas não conseguem aproveitar uma prometedora oportunidade, elas nunca suspeitam que o problema começou com aquela escolha feita tempos atrás.

O propósito do livro foi, então, mostrar como você pode construir uma nova poderosa capacidade de negócio: a disciplina de selecionar o melhor caminho para seguir quando perseguindo oportunidades de crescimento. A partir das pesquisas dos autores, eles desenvolveram um framework compreensivo para decidir se – sob certas circunstâncias e em que combinações – “to build” (produzir), “borrow” (tomar emprestado) or “buy” (comprar) seu caminho para o sucesso. Essas três palavras do título do livro expressam, cada, um ponto de vista: (1) build (Vamos fazer isso nós mesmos); (2) borrow (Nós precisamos da ajuda de outros); e (3) buy (Nós iremos comprar nossa entrada).

Dito desta forma parece simples, mas não é. Como os autores reconhecem, perseguir uma nova oportunidade de negócio usualmente requer recursos que você não possui. Estes podem consistir de alguma combinação de habilidades, know-how, tecnologias, métodos, amplas competências, e outros ativos. Para competir pela oportunidade, uma empresa deve produzir os recursos necessários internamente ou obtê-los fora.

Pelo fato das decisões de como obter os recursos necessários parece ser simples, poucos negócios reconhecem quão difícil – e quão importante – é escolher inteligentemente entre mesmo um conjunto limitado de opções. Consequentemente, empresas escolhem reflexivamente, baseando suas decisões em práticas e preferências familiares passadas depois de dispensarem pouco tempo sobre o assunto. Como o livro tenta mostrar, tais hábitos desatentos estão na direção da explicação de porquê muitas estratégias viáveis falham em apresentar seus potenciais.

Em resumo, as pesquisas e experiências dos autores sugerem que uma bem desenvolvida capacidade de “buid-borrow-buy” é uma poderosa ferramenta para atingir crescimento. O livro apresenta um passo-a-passo de um “framework de caminho para recursos” para escolher a melhor maneira de obter recursos que você precisa para competir eficientemente quando novas oportunidades emergem. Os autores chamam isso de “criar uma forte capacidade de seleção”.

Os autores mostram como várias grandes e pequenas empresas no mundo desenvolveram estratégias de crescimento sustentáveis refletindo sobre esse framework. Eles descrevem como algumas empresas cresceram mais rápido, e com menos disrupção do que muitos competidores – tornando-se mais lucrativas e desenvolvendo vantagens competitivas de longo prazo como resultado. De outra forma, eles mostram como empresas que falharam em adotar aqueles princípios tiveram dificuldades para crescer efetivamente.

Eis aí um livro que deveria constar do rol de leitura obrigatória dos tomadores de decisão nas nossas empresas no Brasil (marcadamente por um aspecto da nossa cultura empresarial, que é o fato de que muitos dos fundadores de nossas empresas acreditam que “sabem de tudo” do que elas necessitam!).

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre estratégias de build, borrow or buy, não hesite em nos contatar!

 

banner

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados