Business Ecosystems in China: Alibaba and Competing Baidu, Tencent, Xiaomi and LeEco

34 18O título acima é o mesmo de um livro lançado no ano passado por Mark J. Greeven, um holandês (proficiente em Chinês) que é Professor de Inovação e Empreendedorismo na Zhejiang University, na China, e Wei Wei, empreendedor e fundador da empresa de consultoria GSL (www.gslpartner.com).

O livro trata do impressionante crescimento dos ecossistemas de negócios chineses. Alibaba, e seus pares Baidu, Tencent, Xiaomi e LeCo têm demonstrado um crescimento sem precedentes na China e estão expandindo seus impactos globalmente. Com uma capitalização de mercado combinada próxima de US$ 600 bilhões, incubando mais que 1.000 novos negócios e uma média anual de crescimento acima de 50%, elas se tornaram uma força equivalente a empresas como Google, Microsoft, Apple e IBM.

O termo “ecossistemas de negócios” (termo tratado no livro internacional do editor desta newsletter) é um conceito frequentemente utilizado para descrever vantagens competitivas únicas dos gigantes norte-americanos. O livro explora não somente a aplicação de um enfoque de ecossistema de negócio no contexto chinês, mas também lida com uma questão estratégica chave: como esses cinco ecossistemas chineses cresceram tão rapidamente e com sucesso?

O livro adota o crescimento e a transformação do ecossistema do Alibaba como um caso focal em comparação com Baidu, Tencent, Xiaomi, e LeCo. Esses ecossistemas de negócios se desenvolveram em menos de 20 anos e se transformaram de um crescimento orgânico para uma rápida expansão por investimento e aquisição, empreendedorismo e incubação de novos negócios, inovação contínua, e internacionalização. O livro traz insights e lições práticas em liderança, criação e disrupção de mercados por executivos corporativos e profissionais em negócios globais, um comparativo estudo de caso para pesquisadores e estudantes de administração, e coisas para pensar sobre o modo chinês de fazer negócios.

Segundo George Yip, Professor de Marketing e Estratégia do Imperial College Business School, na Inglaterra, e co-autor do livro China`s Next Competitive Advantage: From Imitation to Inovation, o livro aqui resenhado fala sobre uma nova fonte de vantagem competitiva, os ecossistemas de negócios inovadores, em uma nova indústria, o setor da Internet, na China. Como tal, mostra que a China está indo muito além da sua tradicional vantagem competitiva baseada em custos na indústria manufatureira. Ou seja, o livro descreve de forma brilhante como algumas poucas companhias online cresceram a incríveis velocidades naquele país. O livro levanta ainda a questão de se aqueles gigantes da Internet estarão aptos a transferir suas vantagens competitivas para o restante do mundo para desafiar Google e outros players ocidentais.

O livro está subdividido em três partes. A primeira parte, intitulada Ecossistemas de Negócios na China, traz um detalhado relato da emergência dos ecossistemas de negócios (uma nova forma de organizar os negócios) na China, buscando focar em quatro enfoques de crescimento econômico: inovação, investimento, incubação e internacionalização. A segunda parte trata do caso da Alibaba, enfatizando a transformação do seu ecossistema em termos de mudança estratégica, expansão por investimento, por empreendedorismo, inovação contínua, e internacionalização. A terceira, e última, parte vai além da Alibaba, e lida com os ecossistemas de Baidu, Tencent, Xiaomi, e LeCo, em que os autores usam a contração de BATXL para caracterizar tais empresas.

Esse é um livro imperdível para aqueles que desejam saber tanto sobre essa nova forma de fazer negócios (os ecossistemas de negócios), quanto sobre como os chineses estão se valendo dessa estrutura de organização dos negócios para gerarem novas fontes de vantagens competitivas. Nós da Creativante indicamos sua leitura sem hesitação!

Se sua empresa, organização ou instituição deseja saber mais sobre ecossistemas de negócios, fique à vontade em nos contatar!

 

banner

Creativante 2017 - Todos os direitos reservados